Resident Evil (NDS)

Resident Evil (NDS)
Resident Evil (NDS)

Resident Evil: Deadly Silence NDS

Gênero: Ação
Perspectiva: 1ª pessoa, 3ª pessoa
Jogabilidade: Survival Horror
Publicado por: Capcom Entertainment
Desenvolvido por: Capcom Co.
Lançado: 2006
Plataformas: Nintendo DS (NDS), PlayStation (PSX, PS1) , SEGA Saturn

 

Eu acho que você não deve falar sobre o enredo. é completamente idêntico ao que foi apresentado no jogo original no PS1/SS/PC. Toda a diversão aqui é armazenada na jogabilidade. Se alguém não sabia, o Nintendo DS, no qual veio esta reedição, tem dois monitores.
Vemos o jogo na tela inferior, a superior totalmente sob o mapa, a tela de saúde (a tela pisca em amarelo em caso de cautela e em vermelho em caso de perigo) e armas equipadas com a quantidade de munição. É conveniente e elimina visitas frequentes ao estoque. Que, aliás, acabou de passar por algumas mudanças cosméticas.
Tudo é feito para agradar a comodidade do jogador. a tela inferior é uma tela sensível ao toque e todos os itens do menu podem ser selecionados com uma cruz ou tocando na caneta.
Mas esta não é a beleza do jogo em si. Nesta reedição existem dois tipos de “chicletes familiares”. O primeiro é aquele que todos jogamos nos consoles fixos e PCs. A segunda é repensar o conceito original com o uso dos recursos do Nintendo DS. Se você passou na primeira parte mais de uma vez – o novo modo é definitivamente para você. O enredo ainda está intocado, mas aqui são adicionados novos minijogos que se integram harmoniosamente ao jogo, bem como a localização de objetos (não chave, infelizmente) e inimigos. Acontece que é um corte avançado de diretores, mas no qual, em vez de itens-chave, os inimigos são embaralhados.
Mesmo os quebra-cabeças antigos aprenderam novos truques, por exemplo: A hora no relógio do Hall deve ser acertada manualmente. É interessante, não é? Essas surpresas não são pequenas. O momento mais memorável: fazer a respiração artificial de Richard no microfone do Nintendo DS. E não apenas, mas de forma intacta, caso contrário, Richard poderia morrer.
Além de todos os itens acima, batalhas aleatórias com inimigos foram adicionadas ao jogo. Nesses momentos, o jogo entra em uma visão em primeira pessoa, o personagem está armado com uma faca e usando a caneta na tela, destroçamos várias criaturas com essa faca. Essa abordagem não permitirá que você fique entediado e suas mãos não ficarão dormentes.
A propósito sobre os inimigos, como mencionado acima – eles foram “embaralhados” em muitos lugares, então quem joga pela primeira vez vai esperar por inúmeras surpresas “agradáveis”.
E sob a cortina três pequenos “pãezinhos”, o jogo adicionou a capacidade de recarregar armas sem entrar no inventário, um botão separado para pegar uma faca e um ataque retaliatório se você agarrasse um zumbi (algo assim na série Outbreak). Para ser honesto, isso não foi suficiente. Não se esqueça dos jogadores curiosos. Tente cutucar Jill no peito;)
Mas mesmo isso não é tudo. O jogo foi introduzido multiplayer. Já prevejo reclamações, dizem, por que ele está aqui e tal. Não, o multiplayer aqui é um modo separado e o enredo da campanha não se aplica. O que os desenvolvedores tentaram surpreender?
Multiplayer funciona através de comunicação sem fio entre dois Nintendo DS. Assim, para jogar com um amigo – você precisa de dois laptops e dois cartuchos. Existem dois modos aqui: O primeiro é Versus. Pelas regras, ele é mais como um mercenário de Resident Evil 3. Ou seja. a tarefa dos jogadores é passar de nível e marcar mais pontos do que outros. Quem tem mais – e chinelos. A segunda modalidade é a Cooperativa. Aqui as regras são as seguintes: É necessário passar de certos níveis, tendo um conjunto de HP. Você pode mudar as coisas encontradas, armas. Também existem bônus, por exemplo, estar na mesma sala – os jogadores recebem um bônus por dano. No final de cada nível está o chefe.
E em vez de um posfácio e várias avaliações, algumas palavras. Na minha opinião – esta é a melhor e completa edição da primeira parte do jogo. Aqui, e um divertido multiplayer e um novo modo de jogo, que vai agradar tanto veteranos quanto iniciantes – acontece que pelo mesmo dinheiro, temos dois jogos em um. O jogo vale o seu dinheiro, pois se você quer nostalgia, e jogar de novo de forma cega aos buracos, Resident Evil 1 não puxa, joga nesse relançamento.
Older Post

Deixe uma resposta